Carrefour

Carta & Livro

Com o propósito de desenvolver e se aproximar do território, o Carrefour construiu com o Atados uma série de ações que fossem capazes de engajar colaboradores da Matriz e impactar a comunidade em que estão inseridos.

Entre as ações, o Atados propôs a aplicação do Projeto Carta & Livro, que promove a troca de cartas entre crianças e jovens em processo de alfabetização e voluntários de empresas parceiras.

O desafio
Foi a ação recorrente com o maior número de voluntários inscritos no programa de voluntariado Carrefour. Contamos com a adversidade da estrutura organizacional do CCA Nossa Senhora das Graças que, nesse contexto, acabara de sofrer cortes orçamentários.

Causa / Público envolvido
Crianças e adolescentes de 6 a 14 anos e 11 meses, no contraturno escolar da comunidade Real Parque, zona sul de São Paulo.

Metodologia
O Projeto Carta & Livro promoveu a troca de cartas entre crianças e jovens em processo de alfabetização atendidas pelo CCA Nossa Senhora das Graças e voluntários do Carrefour.

As crianças são estimuladas a se comunicarem com novos amigos e estabelecer vínculos significativos., apropriando-se e dando sentido à leitura e à escrita. Após dois meses de troca de cartas, a dupla de correspondentes finalmente se conhece na Festa da Troca, quando os voluntários presenteiam as crianças com um livro, com o intuito de dar continuidade ao relacionamento delas com a leitura.

Duração
Março à maio de 2017

Quantidade de participantes
53 voluntárias(os) interagindo com 56 atendidos.

Principais resultados
Foi a ação recorrente com maior engajamento de voluntários do Carrefour. Após os dois meses de trocas, os voluntários demonstraram interesse em manter contato com a instituição, para contribuir em novos projetos.

Algumas crianças que não conseguiam reconhecer as letras do alfabeto conseguiram elaborar frases ao final do projeto.

O PROJETO

O Grupo Carrefour chegou ao Brasil em 1975 e foi o primeiro hipermercado da história do País, sendo hoje a segunda maior empresa varejista. Desde então, continua em constante transformação, sempre com o objetivo de colaborar com as comunidades das quais faz parte. Deste modo, apoia o fortalecimento de políticas públicas, principalmente as que se referem a inserção do jovem no mercado de trabalho, no combate a fome e ao desperdício de alimentos.

Com o propósito de desenvolver e se aproximar do território, o Carrefour procurou o Atados para construirmos juntos uma série de ações que fosse capaz de engajar colaboradores da Matriz e impactar a comunidade. Dentre estas, o Carta & Livro foi a ação recorrente com o maior número de voluntários envolvidos,  realizado com crianças e jovens do CCA Nossa Senhora das Graças, que está localizado no bairro Real Parque, na mesma região em que a Matriz está inserida.

O projeto consistiu na troca de cartas entre crianças e voluntários Carrefour. Semanalmente, a equipe Atados auxiliava a elaboração da carta escrita pelas crianças e em seguida fazia a troca desta correspondência com os respectivos voluntários. Toda semana, no dia da entrega, havia um grande contentamento por parte das crianças, curiosas em saber o que seu correspondente havia respondido. Este mesmo sentimento poderia ser percebido com os voluntários, com os quais nos comunicávamos, via telefone e e-mail, uma vez precisavam de apoio para compreender a situação que aquelas crianças estavam imersas.

Uma das crianças, Julio*, de origem indígena, apresentava muita dificuldade em absorver e participar da cultura local, manifestava sérias dificuldades com sua alfabetização. A partir da troca com seu correspondente, passou de um processo de imitação para uma escrita propriamente dita. Esse mesmo progresso ocorreu com outras crianças, se tornou evidente para nós, para a instituição e principalmente para os voluntários que destacaram perceber a importância deste trabalho e o significado de um simples gesto, como escrever semanalmente uma carta. Outro ponto importante para os voluntários foi a compreensão da singularidade do desenvolvimento das crianças, principalmente quando se tratam de crianças em situação de vulnerabilidade social, que podem apresentar níveis de apropriação diferentes.

O impacto social pode ser percebido através do próprio produto da ação: as cartas. Houve uma melhora significativa no âmbito da independência da escrita e compreensão do texto, do manuseio das ferramentas de escrita (lápis, caneta), bem como, o desenvolvimento de um senso de colaboração entre as crianças mais velhas e as mais jovens. Neste processo, houve um impacto também do Atados em relação a estrutura da organização CCA, a partir do momento que a equipe gestora da ação, apoiava os educadores e a assistente social no que se refere ao desenvolvimento das crianças, bem como nas relações parentais.

 

Quer começar um projeto na sua empresa? Entre em contato conosco!